6 dicas para criar um bom planejamento de redes sociais

Ter uma presença digital não é apenas criar uma página. Veja 6 dicas para criar um bom planejamento de redes sociais!

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Aqui na B2U sempre falamos sobre a importância de ter presença nas redes sociais para criar uma boa relação com seu público. Para se ter uma ideia, são 130 milhões de usuários mensais do Facebook apenas no Brasil.

E pelo menos 76% dos brasileiros já usaram o WhatsApp para interagir com marcas. Mas não basta criar uma página ou disponibilizar um número; é preciso ter estratégia. Afinal, como criar um bom planejamento de redes sociais para uma empresa?

Tendo um plano pronto, você consegue criar uma estratégia de Marketing Digital e evitar erros bobos, mas que podem comprometer a imagem da sua empresa na internet. E caso aconteça algum imprevisto, fica mais fácil contorná-lo.

Quer saber como criar um bom planejamento de redes sociais? Confira nossas 6 dicas:

1. Faça um cronograma

Não pense que criar um post tem a ver (apenas) com inspiração — ela, aliás, pode surgir em reuniões voltadas para a criação de conteúdo, como um brainstorming. 

Fica muito mais fácil criar um bom planejamento de redes sociais se você tiver dias certos para fazer as postagens. Elaborar conteúdos de maneira aleatória tira um pouco do compromisso que você tem com seu público, já que ele nunca sabe quando vai encontrar algo novo da sua empresa.

No começo, pode ser um pouco mais complicado. Você não está acostumado e os assuntos parecem finitos. Então, comece com poucos dias e, conforme for pegando jeito, aumente o número de postagens. 

Você pode começar definindo dias alternados para cada rede social. Segundas e quartas para Instagram, terças e quintas para Facebook, sexta para o LinkedIn.

2. Tenha um objetivo para o planejamento

Você não tem como criar um bom planejamento de redes sociais se não definir o que você deseja conseguir com ele. Existem diversas metas que você pode alcançar com um bom trabalho nas redes:

  • tornar sua marca autoridade no segmento;
  • mudar o posicionamento de marca;
  • gerar mais vendas no e-commerce;
  • melhorar o suporte ao usuário;
  • aumentar o tráfego do blog;
  • aumentar o número de leads.

Todos esses objetivos são importantes, porque melhoram a percepção de marca, aumentam o engajamento positivo e, consequentemente, trazem mais lucro. No entanto, quem quer fazer tudo acaba não fazendo nada direito.

Resumindo: é importante que cada estratégia tenha um objetivo por vez. Se você quer se tornar autoridade no segmento e acaba gerando mais vendas, ótimo; mas foque apenas em um.

3. Defina as personas

A persona é o arquétipo do cliente ideal, o modelo de pessoa para quem você vai criar um bom planejamento de redes sociais. Com base nela, é possível descobrir:

  • o tom de voz que sua empresa vai adotar;
  • as redes sociais em que deve investir;
  • a frequência e o horário de postagens;
  • os temais de interesse do público.

Então, pense: qual ou quais tipos de cliente você deseja atingir? 

Um bom perfil de persona conta com inúmeras informações. Você vai se relacionar com ele como se fosse uma pessoa, então ele deve ter desde nome e idade até características de personalidade. 

Para criar um bom planejamento de redes sociais, tenha uma persona com as seguintes informações:

  • gênero, idade, profissão e escolaridade);
  • status civil (tem filhos?);
  • cidade região de moradia (centro, interior ou periferia);
  • situação de moradia (casa ou apartamento? Mora com pais, com os filhos ou sozinho?);
  • como consome internet (tipo de aparelho, horas de uso e redes sociais mais acessadas);
  • principais responsabilidades (profissionais ou pessoais);
  • principais objetivos e obstáculos (profissionais ou pessoais);
  • como sua empresa pode ajudar a persona a resolver esses obstáculos.

Essas respostas você obtém fazendo uma boa pesquisa entre os clientes da sua base de dados.

4. Escolha indicadores de performance

Para saber se o planejamento deu certo, você precisa medir suas ações. Os indicadores-chave de performance (KPI) são as variáveis que indicam se a estratégia deu certo ou não. Cada objetivo tem KPIs específicos, que podem ser:

  • número de assinaturas na newsletter;
  • tempo de permanência na página;
  • taxa de conversões em vendas;
  • conversões na landing page;
  • alcance de publicações.

É importante não confundir KPI com métrica. O primeiro indica resultados, enquanto a segunda é informação. Um KPI, aliás, pode ser formado por uma combinação de métricas.

5. Escolha as redes sociais

Criar um bom planejamento de redes sociais é ter tudo definido antes mesmo de começar, incluindo os canais onde sua empresa estará presente. Existem diversas redes — e não há necessidade de estar em todas elas.

Uma empresa de arquitetura, por exemplo, provavelmente terá uma aderência maior em redes visuais, como o Instagram e o Pinterest. Já outras empresas com uma proposta mais tradicional, possuem destaque maior no LinkedIn. Isso não significa que seu negócio não possa estar nas três (muitas empresas estão), mas o importante é: a sua persona está nelas?

Foque naquelas em que você sabe que seu cliente ideal costuma frequentar. Segmentando dessa forma, você consegue conversar com seu público e manter sua frequência de posts sem se perder.

Outro detalhe importante é que cada rede social tem uma abordagem diferente. O Instagram permite uma linguagem mais divertida, com emojis, enquanto o LinkedIn exige mais seriedade.

6. Qual conteúdo abordar?

Essa pergunta é uma das mais difíceis de responder. Mas você precisa ter em mente que:

  • os temas devem ter a ver com o segmento da sua empresa;
  • eles precisam ser relevantes para a persona.

Além de posts falando sobre seu produto, você pode:

  • fazer stories mostrando como sua equipe administra o e-commerce;
  • investir em datas sazonais, como Natal, Ano Novo e Dia das Mães;
  • enquetes, quizzes e perguntas, que estimulam a interação;
  • compartilhamento de fotos ou depoimentos dos usuários;
  • curiosidades, notícias e atualidades sobre seu segmento.

Você pode até seguir um padrão temático por dia. Por exemplo:

  • às segundas, um conteúdo sobre a empresa em si — equipe, forma de trabalho, rotinas;
  • às quartas, novidades sobre seus produtos;
  • às sextas, alguma dica ou curiosidade.

Viu como é possível criar um bom planejamento de redes sociais? Mas você não precisa fazer isso sozinho. Com profissionais especializados tanto em engajamento quanto em vendas, sua empresa garante uma presença digital forte e alcança seus objetivos com mais rapidez e consistência.

Quer criar um bom planejamento de redes sociais? Entre em contato com a Agência B2U!

 

Assine a nossa newsletter

Receba atualizações e aprenda com os melhores

veja mais

Quer saber mais sobre os nossos serviços?

Vamos Conversar

small-bg-popup-agencia-b2u

Vamos conversar

Vamos alavancar as vendas da sua empresa?