Inbound Marketing e Outbound Marketing: qual a diferença e os resultados para o e-commerce?

Quer investir em Marketing Digital? Então, entenda agora as diferenças entre Inbound Marketing e Outbound Marketing!

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O campo online permite que você não só tenha uma loja 100% virtual, mas também divulgue sem a necessidade de recursos offline. No digital, as estratégias se dividem principalmente entre Inbound Marketing e Outbound Marketing. Mas quais as diferenças entre elas? Quais vão trazer mais resultados para um e-commerce?

Se você tem um e-commerce e quer começar a investir em Marketing Digital, descubra agora o que são e quais as diferenças entre Inbound e Outbound Marketing!

O que é Inbound Marketing?

Para muitos usuários, é muito chato ver um site cheio de banners ou ser interrompido por propagandas do YouTube. Receber e-mails sem cadastro no site, então, é inconcebível: isso faz com que a empresa seja malvista e o usuário nunca compre nada dela. Mas o que fazer para que o seu e-commerce fique conhecido entre potenciais clientes?

Também chamado de marketing de atração, o Inbound Marketing é uma estratégia que atrai o cliente até a empresa. Para isso, utiliza conteúdo relevante e adequado à persona para encantá-la, educá-la sobre seu produto ou serviço e convertê-la em cliente.

O Inbound Marketing também é conhecido como marketing de permissão, já que a empresa só começa a conversa quando o usuário dá o primeiro passo — uma inscrição numa newsletter, por exemplo.

Mas engana-se quem pensa que o Inbound Marketing é uma estratégia online. Embora o termo só tenha sido usado e popularizado por Brian Halligan e Dharmesh Shah, fundadores da HubSpot, o Inbound é praticado inconscientemente há muitos anos pelos profissionais de marketing. Seus principais pilares foram retirados do livro “Permission Marketing”, lançado em 1999 por Seth Godin. 

O marketing de conteúdo é fundamental para a existência do Inbound — essa metodologia, aliás, não existiria sem o conteúdo. 

Como fazer Inbound Marketing?

Se você ainda não entendeu como é feita essa estratégia, vamos a um exemplo. Digamos que você tem uma loja de roupas femininas de alfaiataria, mais formais e voltadas para escritório, mas com um toque mais contemporâneo. Depois de montar sua persona, você resolve investir em um blog com conteúdos voltados à moda para mulheres mais maduras, que trabalham, são financeiramente bem-sucedidas e querem mostrar esse sucesso por meio das roupas. 

Uma mulher de 23 anos, advogada e recém-aprovada na OAB, quer já abrir seu escritório e, para passar uma imagem profissional, vai investir em um guarda-roupa mais adequado. No entanto, ainda está no início de carreira e tem dúvidas sobre como se vestir. Então, escreve no Google “dress code advogada” e encontra um post seu usando essa palavra-chave. Pronto: você já deu o primeiro passo no Inbound Marketing.

O Inbound Marketing é também alinhado ao funil de vendas e à jornada do cliente. Suas quatro etapas — atrair, converter, fechar e encantar — visam fazer com que seu potencial consumidor crie um vínculo forte com a empresa, a ponto de recorrer a ela sempre que houver necessidade. 

Quais as vantagens do Inbound?

O Inbound se popularizou na internet por se diferenciar das práticas comuns na época — além de, claro, oferecer uma série de vantagens para as empresas:

  • converte visitantes em leads, o que permite que você envie conteúdos e seja sempre lembrado por eles;
  • possibilita uma relação com a base de leads que vai além do momento de compra;
  • atrai pessoas que estão procurando por assuntos relacionados ao seu mercado;
  • permite que pequenas empresas possam competir com gigantes do mercado;
  • permite a conversa entre perfis alinhados com o seu perfil de cliente ideal;
  • pode transformar um negócio em uma autoridade no seu segmento;
  • aumenta a visibilidade do negócio sem precisar de anúncios;
  • gera conteúdos que fazem a diferença para o usuário;
  • diminui o custo de aquisição de clientes;
  • otimiza o processo de vendas;
  • ticket médio maior.

O que é Outbound Marketing?

É o marketing tradicional, em que sua empresa aparece ao consumidor por meio de propagandas. O Outbound é uma estratégia de prospecção ativa: ao invés de atrair, você identifica potenciais clientes e começa a abordá-los.

O meio digital permite que isso aconteça de diversas formas:

  • remarketing (quando o usuário visualiza um produto ele reaparece em banners de sites parceiros do Google);
  • Facebook Ads, Instagram Ads e demais ferramentas de anúncios pagos nas redes sociais;
  • pesquisa de leads e prospecção via e-mail, WhatsApp ou redes sociais;
  • links patrocinados nos resultados de pesquisa do Google;
  • banners em sites e na janela de vídeo do YouTube;
  • propagandas entre os vídeos do YouTube.

Muitos usuários usam programas como AdBlock para bloquear propagandas em seus navegadores (incluindo nos resultados de busca do Google). Por isso, quem deseja investir em Outbound precisa ser mais criativo. 

Os bloqueadores não conseguem impedir que posts impulsionados apareçam na sua timeline, por exemplo. Portanto, é essencial que a empresa invista numa persona bem alinhada para que esses conteúdos cheguem aos perfis corretos.

Quais as vantagens do Outbound Marketing?

O outbound é muito utilizado porque ainda traz muitas vantagens às empresas. Veja:

  • comunicação direta: embora não seja de mão dupla — o que ajuda a criar relacionamento —, o potencial cliente já sabe o que sua empresa quer e, assim, decide se deseja ou não;
  • modelo de comunicação em massa: enquanto o Inbound vai em um nicho específico, o Outbound atinge um grande público;
  • velocidade de ROI mais alta: justamente por atingir muita gente de uma vez só, o retorno sobre o investimento é mais rápido;
  • atinge resultados mais rapidamente: o cliente descobre sua empresa e faz a compra, sem muitos rodeios;
  • ideal para vendas enterprise.

Qual estratégia é melhor para um e-commerce?

Não há uma estratégia melhor que a outra — o ideal é que as duas coexistam. Enquanto o Outbound trará resultados mais rápidos, o Inbound vai ajudar a consolidar o nome da sua marca como uma referência no mercado. 

Você pode, por exemplo, repassar para a equipe de vendas as oportunidades geradas pelo Inbound, que vai entrar em contato por meio de e-mails ou ligações para seus clientes. Uma visita a um item hiperlinkado em um conteúdo pode ser revisto em um banner de remarketing. Posts feitos para gerar engajamento orgânico podem ser impulsionados a um público maior. 

O importante é que todas as ferramentas estejam bem alinhadas: blog com bons conteúdos e otimizado, redes sociais com postagens relevantes, site adequado, campanhas de Ads pensadas no público. Assim, o investimento em ambas trará bons resultados.

Viu como funcionam as estratégias de Inbound Marketing e Outboud Marketing? A melhor maneira de trabalhar com essas metodologias é em parceria com profissionais experientes e especializados, por isso, aproveite para conferir 7 benefícios de investir em uma agência de Marketing Digital!

Assine a nossa newsletter

Receba atualizações e aprenda com os melhores

veja mais

Quer saber mais sobre os nossos serviços?

Vamos Conversar

small-bg-popup-agencia-b2u

Vamos conversar

Vamos alavancar as vendas da sua empresa?