O que preciso analisar nas campanhas de tráfego pago?

Você deseja investir em anúncios online? Então, veja o que é obrigatório analisar nas campanhas de tráfego pago!

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O grande desejo das empresas é conquistar e fidelizar clientes com rapidez, afinal o retorno sobre o investimento (ROI) virá logo. É claro que você não deve esperar para que o milagre aconteça — é necessário planejamento.  Links patrocinados trazem resultados com menos tempo do que outros tipos de estratégia. Mas o que é preciso analisar nas campanhas de tráfego pago para que o investimento não seja em vão?

Um bom tráfego traz oportunidades maiores de conversão e vendas. Portanto, o dinheiro investido em Marketing Digital nunca pode ser usado à toa — é por isso que as estratégias fazem tanto sucesso. Então, descubra agora o que é necessário analisar nas campanhas de tráfego pago:

O que é tráfego pago?

Também chamado de links patrocinados, o tráfego pago é o público vindo pelos anúncios feitos no Google, sites, blogs ou redes sociais, com objetivos diversos — visitar site ou blog, curtir uma página, cadastrar-se numa landing page ou mesmo a venda direta de um produto ou serviço. Basicamente, é quando você paga para uma plataforma mostrar o seu conteúdo.

O objetivo do tráfego pago é atrair um público maior em curto espaço de tempo. Estratégias como inbound marketing precisam de meses ou até um ano para trazer o resultado esperado. Embora seja mais consistente, a empresa precisa de alguma receita enquanto esse retorno não chega. Nesse contexto, os links patrocinados saem ganhando porque atraem uma provável clientela com interesse no seu produto ou serviço.

Como o nome diz, para que o tráfego venha, é preciso investimento financeiro. Cada visitação feita no seu site vinda de um anúncio feito no Google Ads, por exemplo, será paga.

O que se deve analisar nas campanhas de tráfego pago?

Investir em tráfego não é garantia certa de que seu e-commerce ganhará muitos acessos e ou que os visitantes se tornarão clientes. No entanto, é uma forma de apresentar seu produto a alguém que está mais disposto a adquiri-lo naquele momento.

Para ver se foi válido investir em links patrocinados, você precisa fazer a mensuração. Veja o que avaliar:

Investimento x Faturamento

Antes de saber o que analisar nas campanhas de tráfego pago, é preciso saber que elas são um investimento, mas você não deve depositar seu dinheiro todo nelas. Isso porque:

  • apesar das altas chances, você não vai ter a certeza de que as pessoas vão realmente comprar ao clicar no seu anúncio;
  • se a campanha não for bem-feita, o faturamento não vai compensar o investimento.

Portanto, é preciso analisar o custo por aquisição (CPA), ou seja, o valor que você precisará investir para fazer uma venda. O CPA é também uma forma de cobrança em algumas plataformas, em que você estabelece um valor total para a sua campanha de anúncios antes que eles comecem a rodar. Quando os objetivos estabelecidos são alcançados, a quantia combinada é debitada.

Quando o valor investido termina, o anúncio sai do ar. Portanto, a empresa precisa de outras estratégias para manter o fluxo de clientes no mesmo ritmo. 

E como calcular o CPA? Simples: CPA = investimento realizado / total de vendas.

Vamos calcular: você investiu R$500 em anúncio pagos e conquistou 25 vendas. Nesse caso, seu  CPA foi de 25, ou seja, você precisou de R$25 para conquistar cada venda.

Taxa de conversão

KPI muito utilizado em estratégias de marketing digital, a taxa de conversão mede a porcentagem de usuários que fizeram a conversão desejada — em lead, oportunidade ou cliente, dependendo do objetivo do seu anúncio.

Para saber a taxa de conversão em vendas, por exemplo, é só dividir o número de clientes pela audiência e multiplicar o resultado por 100. Por exemplo: você recebeu 3000 visitantes e fez 80 vendas. Então, é só calcular 80/3000*100. A sua taxa de conversão foi de 2,66%.

Mas como saber se a taxa de conversão é boa? Segundo a Experian Hitwise, a taxa de conversão média dos e-commerces brasileiros é de 1,65%. Para analisar nas campanhas de tráfego pago, você precisa ver:

  • se a taxa de conversão evoluiu de um mês para outro;
  • a quantidade de tráfego pago que se converteu em vendas.

Número de cliques

Uma das formas mais conhecidas de cobrança em campanhas de tráfego pago é o custo por clique, em que a empresa só paga quando o usuário clica no anúncio. No entanto, para que seu anúncio apareça ao público-alvo, muitas plataformas trabalham com o sistema de leilão, que considera valor por clique e qualidade do anúncio como quesitos.

Portanto, é preciso analisar:

  • a quantidade de cliques dados no anúncio;
  • a quantidade de conversões de cliques em vendas;
  • se o valor pago por clique compensa o total de vendas.

CPC X CPM

O CPC (custo por clique) e o CPM (custo por mil visualizações) são as principais formas de pagamento de um tráfego pago. 

  • o CPC é o mais indicado para quem quer ganhar tráfego real, já que você só paga pelos cliques que o anúncio receber. É também o mais indicado para quem deseja saber quanto se gasta numa estratégia de anúncios;
  • o CPM é a melhor escolha para quem deseja ganhar visibilidade, pois você só paga quando o anúncio aparece mil vezes. Portanto, se você tem um novo e-commerce e deseja fazê-lo mais conhecido, essa pode ser a melhor opção.

Público

Outro fator a analisar nas campanhas de tráfego pago é se elas estão atingindo o perfil do seu público-alvo. Afinal, será assim que você conseguirá chegar em quem realmente vai pagar pelo seu produto ou serviço. 

Em plataformas como o Google Ads, seu anúncio aparecerá principalmente para quem procurar por alguma palavra-chave que você inseriu. No entanto, é preciso que ela seja bem trabalhada. Por exemplo: se sua palavra-chave for apenas “sapato”, ela provavelmente não atingirá quem deseja comprá-lo. Mas se for “sapato de couro masculino social”, as chances são bem maiores.

Já no Facebook Ads e no Instagram Ads, o perfil do público-alvo precisa ser mais bem trabalhado. Assim, ele vai mostrar seu anúncio para quem tem aquelas características ou semelhantes (o Lookalike). Dessa forma, você vai fazer conversões reais.

Entendeu o que analisar nas campanhas de tráfego pago? Como você viu, a porcentagem de usuários convertidos em vendas ainda é baixa, mas esse problema pode ser revertido. Conheça agora 6 dicas para aumentar as vendas do seu e-commerce

Assine a nossa newsletter

Receba atualizações e aprenda com os melhores

veja mais

Quer saber mais sobre os nossos serviços?

Vamos Conversar

small-bg-popup-agencia-b2u

Vamos conversar

Vamos alavancar as vendas da sua empresa?